As melhores bandas dos últimos 10 anos

•julho 13, 2010 • 40 Comentários

Por Cátia Cananéa  

O rock n’ roll é patrimônio da humanidade e é impossível pensar nesse estilo musical sem se lembrar de bandas históricas como Beatles, Kiss, Deep Purple… e o que falar então de um dos precursores dessa história toda, Jimmy Hendrix? Quem aprecia solos elaborados provavelmente vai concordar comigo que as guitarras não teriam tido a mesma importância sem ele.  

Bom,  a gente vai deixar a nostalgia de lado pra falar um pouco das bandas boas que surgiram nos últimos tempos.  Afinal, ao contrário do que muita gente andou dizendo por aí, o rock n’ roll não morreu coisa nenhuma. 

Algumas das melhores bandas de Rock dos últimos tempos

Na seleção que eu destaquei figuram apenas as bandas mais conhecidas do que as pessoas chamam de rock alternativo, ou indie. Chame como quiser, para mim, é rock  de qualidade. Bandas que tem composições próprias e não deixam os fãs na mão quando fazem performances ao vivo.  

 Coldplay  

Chefiados pelo vocalista  Chris Martin,  esses ingleses já faziam sucesso entre o público jovem da Grã-Bretanha  no começo dos anos 2000.  As letras agradam bastante por estarem incrustadas de sentimentos de uma forma bem profunda, as vezes até melancólica, mas que encaixam incrivelmente bem nas composições. O primeiro album, Parachutes,  foi lançado pela gravadora Parlophone e músicas como Yellow e Trouble foram pulverizadas pelo velho continente.  

Foi com Rush of Blood to The head, de 2002, que a música Clocks, com a melodiosa e bem conhecida introdução ao piano, lançou o Coldplay aos palcos do mundo todo. Em 2005 saiu X&Y, que traz as muito boas Fix You, The Hardest PartSwallowed in The Sea.  

No ano de 2008 eles lançaram o Viva La Vida, com a faixa que dá título ao album, o hit Lost gravado com Jay Z e a também muito boa Strawberry Swing 

The Killers  

Diz a lenda que o guitarrista Dave Keuning colocou um anúncio no jornal de Las Vegas procurando pessoas apaixonadas por Oasis para montar uma banda, e foi assim que ele conheceu Brandon Flowers. Eu ainda não assiti a alguma entrevista em que eles confirmem isso, mas já é uma história legal para falar da banda. 

Somebody Told Me, Mr. Brightside e Jenny Was A Friend Of Mine se tornaram hits tão logo foram lançadas. O Primeiro album, Hot Fuss, veio recheado de efeito dos sistetizadores, mas em arranjos bem montados, o que tornou as músicas fáceis de memorizar e há também refrões intrigantes: “Alguém me disse que você tinha um namorado, que mais parecia namorada, e que eu peguei em fevereiro do último ano. Isso não é confidencial, eu tenho potencial”… 

Eles lançaram em seguida Sam’s Town, com um estilo mais distante do album anterior pois trouxe um pouco mais de intensidade às guitarras e talvez uma sonoridade menos pop em músicas como When You Were Young e Read My Mind. 

O terceiro album surgiu mais diferente ainda, Day & Age começa com Losing Touch que conseguiu, na minha opinião, traduzir no início da música um certo ‘estilo Las Vegas’ e tendo nos ultimos 40 segundos um instrumental bem interessante, é a melhor faixa num album que conta ainda com  Human, Spaceman e The World We Live In.  

Eu já gostava bastante da banda quando ouvi pela primeira vez Sawdust, um album de composições Lado B e alguns covers. Particularmente, eu não consigo entender o porquê de uma faixa como All The Pretty Faces ter sido cortada. É fantástica. Parece que encaixa um pouco do estilo de cada album da banda em uma só música e até a letra tem bastante a ver comigo. Outra faixa fenomenal é Daddy’s Eyes, é fácil e sexy. Sabe quando você escuta uma música e não consegue controlar o prazer que emana do seu cérebro? Ela é assim, adorável. Não posso deixar de citar o bem comentado cover do Joy Division, Shadowplay, a banda teve a maturidade necessária para gravá-la daquela forma.  

Franz Ferdinand 

A trupe do vocalista e guitarrista Alex Kapranos é uma banda organizada desde 2003, antes disso ele, Paul Thompson (batera), Nick McCarthy (guitarra) e Bob Hardy (baixo) tiveram vidas errantes em outras bandas na Escócia. Até que em 2004, com um contrato de uma grande gravadora, eles surgem com o album homônimo e os hits instantâneos Jacqueline, This Fire, Michael e o primeiro grande sucesso Take Me Out. A crítica foi muito boa e as vendas de cds melhor ainda, não só na Europa como também nos EUA, na Austrália e em terras Tupiniquins, por que não? 

O Franz faz um som cheio de energia e criatividade, que pode ser notado no trabalho seguinte. Escutar Do You Want To, Walk Away, You’re The Reason I’m Leaving, What You Meant e You Could Have It So Much Better (essa dá nome ao trabalho), assim, as 5 na sequência, como estão no album, é um prêmio incrível e que eu não me canso de apreciar, muito digno.  Album completamente indicado para qualquer pessoa que goste de rock. Já ia me esquecendo, mas está tocando agora Outsiders, outra puta composição desses caras de Glasgow.  

Tonight, album lançado em 2009, tem um estilo despretencioso mas envolvente. É um tipo de música que você começa a dançar quando tá bebendo, olha que eu falo por experiência própria…  

É um trabalho com uma mixagem mais experimental, algo que o Killers já vinha fazendo com sons e alguns efeitos mais eletrônicos. É possível perceber isso na música No You Girls. No entanto, nesse album o Franz  não deixa de lado a clareza musical do rock europeu quando rola uma música com levadas lentas de bateria, como em What She Came For, por exemplo. 

Arctic Monkeys  

Os meninos dessa banda são uns danadinhos! Falando sério agora, não posso considerar apenas como uma das melhores bandas dos ultimos tempos como me parece inegável que a música deles é pura como um rock deve ser. 

Então adolescentes, eles começaram a tocar literalmente na garagem de casa e não tinham muito dinheiro para gravações profissionais, mas as cópias do material que eles distribuiram pela Inglaterra em 2004 se multiplicaram muito rápido porque as pessoas curtiram e disponibilizaram para download na internet. 

No Primeiro lançamento, já pela mesma gravadora do Franz, a Domino Records, a música I Bet You Look Good On The Dance Floor foi muito elogiada por revistas especializadas e também por outros músicos. O talento deles é notável. As letras são o que há de mais criativo em termos de composição, Fake Tales of San Franscisco também é um exemplo disso. 

Foi com o segundo trabalho, Favourite Worst Nightmare, de 2007, que eles ficaram conhecidos além da Europa.  É um album muito bem produzido, com faixas de um rock n’ roll energético e um vocal que soa algo intransigente, assim como os maiores nomes da história da música. As excelentes Teddy Picker, Brainstorm,  Do Me A Favour e This House Is A Circus mereciam mais exposição, mas foi uma das mais leves do album, Flourescent Adolescent, que  tocou nas rádios do mundo todo. 

The Strokes 

Essa banda de New York City foi acusada de salvar o rock. Sim, porque o album Is This It figura em 100% das listas de melhores da história. Mas a escolha não é injusta, os Strokes fizeram um trabalho tão simples e tão real, sem recorrer muito às parafernálias de mixagem em estúdio que modificam – algumas vezes em excesso – o som da banda e de certa forma fazem com que as faixas percam o ‘espírito’. Não, eles criaram tudo na base da inspiração própria. O resultado foi de extase para milhares de ouvintes e fãs. 

Faixas como Barely Legal, Last Nite e Take It Or Leave It são consideradas um retorno do rock de garagem e influenciaram a sonoridade de quase todas as bandas das quais estou tratando neste post, tanto pelo estilo despojado dos instrumentos quanto pelo vocal rouco de Julian Casablancas. 

Mas os trabalhos seguintes da banda geraram certa controvérsia. Room on Fire e First Impressions of Earth, como é comum na evolução das boas bandas, incluem influências de varios estilos musicais e nem todas as faixas agradam aqueles que idolatram Is This It. Mas sem dúvida, músicas como What Ever Happened? , Reptilia e Heart In A Cage tem qualidade musical indiscutível e provam a evolução musical dos Strokes. 

Os integrantes, todos nascidos em berço de ouro e tendo frequentado as melhores escolas, foram ‘adolescentes de relações com o alcoolismo’, especialmente Julian Casablancas. Ao que parece, isso contribuia ainda mais para a fama da banda de ‘rock sujo’ e para a vendagem de discos. Hoje os integrantes tem outros projetos, mas especula-se por aí que um quarto album estaria meio pronto e que poderá ser lançado em 2011. Tomara. 

twitter @Catiaaaaaa

Anúncios

Desmontando Lady Gaga

•junho 2, 2010 • 12 Comentários

Por Cátia Cananéa.

Lady Gaga conquistou e mantém uma postura bem segura de si fazendo pose freak para ser fotografada a toda hora. Com trajes da alta costura ela, mas somente ela, é capaz de sair para jantar usando modelitos de passarela. O estilo, normalmente extravagante, algumas vezes é moldado em pouquíssimo tecido, outras com o corpo e rosto quase totalmente cobertos.

Lady Gaga fazendo pose de santa com um estilo um tanto quanto nu.

Ela defende repetidamente o ponto de vista daquilo que acredita nas entrevistas que concede, mas se é criticada, fica brava. Nos bastidores, claro. Quer um exemplo: dá uma olhada nesta nesta entrevista traduzida que ela deu ao jornal Le Monde

Assim como todos os outros artistas mainstream, Lady Gaga é uma atriz. Ela age de forma calculada e está no lugar certo e na hora certa não por acaso, mas por planejamento.

O poder de inserção dela na mídia hoje é tão grande que pode inclusive ajudar a ressucitar artistas consagrados (ou bizarros, se você preferir chamar assim) da cena powerful pop como Cindy Lauper e Marilyn Manson, pelo simples fato de dizer que são seus amigos. O site da Rolling Stones disponibiliza a (muito boa) matéria feita com ela para a versão americana da revista e que também foi capa aqui. Ela é, antes de qualquer coisa, Stefanni Germanotta, um ser humano. Dá uma olhada.

Agora, se você acha ela bastante criativa, original e revolucionária, é bastante provável que você ainda não tenha sido apresentado a estas pessoas aqui:

Os mais poderosos e influentes produtores musicais da pop music trabalharam com a Lady Gaga no album The Fame Monster. O sucesso não foi por acaso.

Eles são os produtores, compositores, músicos e ‘professores’ da Lady Gaga. São a cabeça da cantora. Ela, como celebridade que é, tem ao seu dispor centenas de pessoas que pensam e desenvolvem suas músicas, coreografias, os cenários, o trabalho no photoshop, roupas e por aí vai.

Quando eu digo ‘produtores’ da cultura pop, me refiro aos caras que mandam na indústria da cultura. São eles que decidem como será o produto final porque estudam o comportamento das pessoas na sociedade, a reação que elas tem diante das músicas que escutam, são eles que procuram repetir estilos que bombam e porque também são eles que investem ou conseguem recursos para investir no produto. Música, videoclipe, filme, show ou espetáculo, para a indústria do entretenimento, tudo isso são produtos.

Não raro, vários produtores trabalham com os mesmos artistas em momentos diferentes da carreira. Resumindo, o produtor não só vai para o estúdio mixar e melhorar as músicas, ele faz isso, mas ele também administra um verdadeiro projeto, e todo o administrador visa lucro, logo, as músicas da Lady Gaga são pensadas para gerar o maior retorno financeiro possível.

Hierarquicamente falando, o nível do produtor é bastante alto, acima dele, só os donos das gravadoras e empresas da comunicação, e alguns exercem ambas as funções.

Se interessou? dá uma olhada no site do DarkChild (responsável por ‘Telephone’) e do Fernando Garibay (trabalhou com Britney, Nicole Scherzinger, Shakira…) .

Entre todos, talvez este seja o mais notável produtor de Lady Gaga, RedOne é um dos deuses todo poderosos da música, dono de uma produtora chamada RedOneKonvict em sociedade com o rapper Akon. Na criação das músicas da Lady Gaga, segundo ele, a ordem é pensar pouco. Vide a letra de Just Dance. Não acredita? Dá uma lida nessa entrevista aqui:

Produtores são os tops dos tops. São eles que patrocinam festas regadas à muita luxúria em mansões hollywoodianas ou nas coberturas dos prédios mais exclusivos de NY, lucram milhões com a indústria da cultura e eles decidem o que você, goste ou não, acaba ouvindo nas rádios dos EUA, do Brasil e de boa parte do mundo. E como toda rede de poder que se preze, eles são concorrentes mas estão interligados na sua network, todos se conhecem.

Não é à toa que os clipes da Lady Gaga estão entre os que somam maior quantidade de acessos no Youtube, ela veio para causar e trouxe uma música muito animada, que faz as pessoas se divertirem. E se é essa a sua intenção, ela tem cumprido muito bem seu trabalho.

De maneira geral, muita gente reconhece a plasticidade da maneira como a cantora age na sociedade, a comercialidade da música feita para ela. Alguns chegam a se incomodar com isso, mas muita gente gosta mesmo é de ouvir Lady Gaga na balada e pirar na vibe dela, veja o que dizem algumas pessoas sobre isso:

As Mais Agradáveis Vozes

•maio 22, 2010 • 15 Comentários

Por Cátia Cananéa

Escutamos apenas os sons da natureza por quase toda a história da humanidade. A música, feita como a gente conhece hoje, é uma manifestação cultural relativamente nova. Mas a verdade é que a vida não teria a mesma graça se a gente não pudesse ouvir música. E sentimos um prazer imenso com isso, coitadinho do homen de neanderthal…

A música estimula não só os sentidos como também nossos sentimentos, a música faz o cérebro relaxar. Por isso eu destaquei aqui uma seleção de canções com as mais agradáveis vozes, e mesmo que você goste de músicas mais agitadas, você vai concordar comigo que a qualidade músical destas composições é notável.

Jack Johnson com o violão, KT Tunstall, com a mão no cabelo, Andrea Corr cantando descalça, Colbie Caillat sorridente e John Mayer com o penteado mais legal do mundo.

1. Colbie Caillat – The Little Things
a lindíssima Colbie começou a fazer sucesso no myspace e como seu pai é produtor musical, logo encaminhou a pimpolha, que já cantava desde criança, pro show business. Mas ela merece: além da voz doce que tem, ela toca violão e compõe parte das suas músicas, a moça é talentosa vai!
Esse clipe tem duas versões, se você só viu uma, provavelmente deve ser a outra, então dá uma olhada nesse:

2. John Mayer – Slow Dancing In A Burning Room
Essa música é uma entre os maiores sucesso do cantor, nessa gravação ele toca e canta ao vivo e quando eu assisto, fico pensando: eu não posso morrer sem antes ver um show desse cara, deve ser incrível!
Uma voz sem par e na minha opinião, ele e um dos guitarristas mais talentosos da ativa, as composições são próprias e muito, muito boas. Toda vez que assisto esse video, me apaixono por essa música. É puro sentimento. Veja:

3. K T Tunstall – Suddenly I See
Se você assistiu “O Diabo veste Prada” deve lembrar -e talvez amar- essa música, nenhuma outra casaria tão bem. O ritmo, a voz da Kate e o clipe são o máximo. (Eu tentei um milhão de vezes colocá-lo aqui, não deu, mas essa versão deixa claro o quanto ela manda bem ao vivo)

4.Jack Johnson – You and Your heart
Um dia desses eu estava conversando com um amigo sobre o gosto musical feminino e a gente chegou à uma conclusão: de cada mil mulheres, 999 gostam de Jack Johnson. Ele surfa desde a época em que morava na barriga da mãe e vive disso desde então. Participou de filmes de surfe aqui, produziu documentários sobre surfe ali, e a música surgiu meio que sem querer na vida dele. O sujeito pegou o violão, começou a tocar e… deu no que deu. Esse clipe é do último album

5.The Corrs – Little Wing
Os irmãos Corrs formam uma das bandas mais conhecida da Irlanda, e não é para menos, você já prestou atenção no timbre afinadíssimo da vocalista Andrea? Acho as músicas próprias bastante melodiosas, mas esse cover do Jimmy Hendrix ficou muito bom, dá uma olhada:

6. Jason Mraz – I’m Yours
Teve gente que cansou de escutar essa música no rádio, no toque de celular, no ipod, em casa, no carro… Jason Mraz apareceu em tantos lugares que até aqui ele veio parar. I’m Yours é mel puro.

7. Dido – Thank You
meio ausente dos holofotes, mas não esquecida. Quando vi a versão desse clipe que ela fez com o Eminem pela primeira vez (eu tinha uns 12 anos), tive certeza que ela era a ex dele, acreditei total na história. Essa versão ao vivo é mais leve, mais tranquilinha e acho que representa bem o estilo dela.

8. James Morrison – You Give Me Something
Não sei se você percebeu, mas todas as vozes masculinas dessa lista começam o nome com a letra J. E olha que eu não coloquei James Blunt na seleção. Será coincidência? Se por acaso o seu nome também começar com a letra J, beijomeliga! 😉

Banda Restart lança versão em espanhol do hit Te Levo Comigo

•maio 20, 2010 • Deixe um comentário

Por Liana Alves Chiromatzo

Banda Restart em apresentação no HSBC Brasil, Happy Rock Sunday

Ai, hoje eu estou cheia de novidades! Eu sempre amei as bandas independentes e ao contrário de muitos fãs, fico feliz com os contratos e realizações das bandas!
Já contei aqui, que ia em muitos shows em 2007 e eu fui em muitos shows da banda C4, hoje conhecida como Restart. Achava os meninos uma gracinha, apesar de serem um pouco mais novos que eu, era um som diferente e os carinhas mandavam bem.
Até que um dia, no finalzinho do ano passado, estava no meu carro indo para faculdade e aí liguei o som. Começou a tocar um trecho assim: “e hoje sei, sei, sei, não importa mais. Porque não vai, vai, vai voltar atrás”. Ao ouvir aquelas vozes do Pe Lu e do Pe Lanza super íntimas para mim, na rádio, entrei em choque!
Gritei, liguei pra uma amiga minha que ia nos shows deles comigo e fiquei muito feliz!

Hoje eles estão bombando de verdade. E venho escrever aqui sobre eles, sabendo que muitas pessoas conhecem o som! A banda durante 3 domingos consecutivos lotou (lotou mesmo Sold Out dos ingressos) o HSBC Brasil com um projeto chamado Happy Rock Sunday, o último foi agora dia 16 de maio.
A música mais tocada agora nas rádios é a Levo Comigo, que particularmente adoro e acho o clipe super fofo:

Acredita que bombou tanto essa música, que os meninos gravaram uma versão em espanhol dessa música e lançaram no myspace da banda ontem, chama Te Llevo Conmigo. Acessa lá e confere: Banda Restart
A música já tem mais de 35 mil visualizações e está em primeiro nos Trending Topics de São Paulo, com o tag #tellevoconmigo.
Deem suas opiniões. Vou confessar que antes de ouvir pensei que estaria horrível, mas achei uma graça, super combinou e agora vamos ver onde isso vai dar!!

Antes da Fama

•maio 16, 2010 • 11 Comentários

Por Paula Arnoso

Quem nunca teve a curiosidade de saber como eram e o que faziam as estrelas musicais da atualidade antes da fama?

Pois bem, o Música Mel fez uma pesquisa e encontramos algumas relíquias de famosos cantores internacionais antes do estrelato.

Confesso que alguns me surpreenderam! As vezes achamos que a vida é fácil para essa celebridades, que já nasceram com o dom de cantar bem e que simplismente por um golpe se sorte ou um pai rico e influente ou sei lá o que, ficaram milionárias de um dia para o outro. Ok, as vezes isso acontece mesmo! Mas em geral, percebi que a maioria desses cantores já brilhavam desde pequenos, demonstrando seu talento em programas de auditório ou programas infantis da época. Alguns tocaram durante muito tempo em bares, boates e Cafés ganhando uma mixaria, outros usavam sua voz para dublar desenhos animados, cantavam em corais da igreja, em exposições de gado e livrarias.

A verdade é que o sucesso não vem por acaso e na minha simples opinião você já nasce pra coisa! Não adianta forçar. Ou você é, ou você não é!

Para provar isso, selhecionamos esses vídeos de como eram alguns dos maiores ídolos de hoje no ínicio da carreira ou antes mesmo dela começar:

Se o talento deles é nato ou não, é hora de vocês julgarem agora…

LADY GAGA

Stefani Joanne Angelina Germanotta, a Lady Gaga aprendeu a tocar piano aos 4 anos de idade e compôs sua primeira música aos 13 e mais tarde já fazia apresentações em bares e clubes de Nova York. Trabalhou por muito tempo no back-stage compondo músicas para cantores como Akon, Britney Spears, o grupo The Black Eyed Peas e o Pussy Cat Dolls. Estourou nas paradas músicais com o single “Just Dance” do seu primeiro album The fame, em 2008. E tornou-se o maior fenômeno pop da atualidade.

RHIANNA

Rhianna começou a cantar aos 9 anos de idade em sua escola primária em Saint Michael, aos 15 já se apresentava em competições musicais, já foi miss em concurso de beleza e ficou famosa com o hit “Pon de Replay” considerado o “Hino de Verão 2005”. Além de cantora, é compositora, co-produtora, dançarina, modelo e designer de moda, tendo feito a sua própria marca de guarda-chuvas, Rihanna Umbrellas, após o lançamento do single “Umbrella”. Quanta coisa, não?

BRITNEY SPEARS

Britney Spears foi a celebridade mais jovem, aos 21 anos, a ganhar uma estrela na Calçada da Fama e foi por 9 anos consecutivos a celebridade mais procurada na internet de acordo com os sites de busca Google e Yahoo. É… ela não é pouca coisa não!
Desde a infância já cantava no coral da igreja e apresentava-se em programas de caça-talentos e integrou aos 13 anos, o elenco mirin da produção da Disney, The Mickey Mouse Club. Já fez aberturas de shows para o ‘N Sync e os Backstreet Boys. Aos 17 anos virou a cantora revelação pop mundial com o albúm “…Baby One More Time”. Desde então mesmo envolta a escândalos e internações acho difícil alguem tirar seu lugar na calçada da fama.

AVRIL LAVIGNE

Avril Lavigne, também apresentava-se no coral da igreja e posteriormente começou a cantar em feiras e exposições de gado na cidade de Napanee, no Canadá. Aos 13 anos ganhou um concurso cowntry na rádio local. Também, apresentou-se em livrarias e aos 15 anos fugiu para os Estados Unidos para gravar sua primeira fita demo. Lançou em 2002 o albúm Lets Go e ficou mundialmente conhecida com a música “Complicated”.

JUSTIN TIMBERLAKE

Justin Timberlake é cantor, compositor, ator, produtor e dançarino. Tem 3 restaurantes e uma marca de roupas. Cantou em concursos de música cowntry quando pequeno e junto com Britney Spears estrelou no programa musical infantil The Mickey Mouse Club. Em 1993 integrou a boybnad N’Sync. Mas virou um ídolo internacional quando começou sua carreira solo. Participou de filmes como Alpha Dog e O Guru do Amor. E escreveu uma canção para a cobertura da NBA, para o canal americado ABC.

EMINEM

O rapper Eminem, registrado em cartório, Marshall Bruce Mathers III, Teve uma infância difícil na qual era agredido por mãe alcólatra, já sofreu preconceito por ser um rapper branco, já levou um tiro de uma gangue e já ficou em coma por 10 dias. Com dezessete anos, largou a escola e começou a participar de concursos de rap, em Detroid. Montou o grupo D12 e em 1999 ficou em terceiro lugar na Billboard por várias semanas com a música “Just Don’t Give a Fuck”. Eminem ganhou o Oscar, o Grammy, o Mtv Music Awards entre outros. E também já mostrou a bunda enquanto apresentava-se no Movie Awards 2004.

MILEY CYRUS

Miley Cyrus (nascida) Destiny Hope Cyrus, praticamente já nasceu famosa, ela sim se encaixa na categoria pai rico e influente. Filha do cantor cowntry Billy Ray Cyrus, a garota do Tennesse já sabia aos 9 anos que queria ser uma estrela. Fez algumas participações em filmes e series americanas e logo aos 12 anos ganhou o papel de Hanna Montana no seriado infantil de mesmo nome, no Disney Channel. Hoje é eleita pela revista americana Time um dos 100 famosos mais bem pagos do mundo. E como cantora, vendeu mais de quinze milhões de álbuns em todo mundo.

JUSTIN BIEBER

Justin Bieber é o canadense de 16 anos mais famoso no mundo, atualmente. Aos 12 entrou em uma competição de canto em sua cidade, ficando em segundo lugar. Ele aprendeu sozinho a tocar piano, bateria, guitarra e trompete. Tocava para os amigos e para família. No final de 2007, começou a postar vídeos de suas apresentações no Youtube. Diante o sucesso dos vídeos foi descoberto pelo rapper Usher, que ajudou Bieber a divulgavar seu single “One time” em várias estações de rádio pelo país. A música virou febre e colocou o canadense em listas como a Billboard Hot 100 e a Canadian Hot 100.

JASON MRAZ

O cantor americano Jason Mraz nascido na Virginia, EUA, desde a juventude sabia que tinha nascido para a música. Ele ganhou seu primeiro violão aos 7 anos de idade e já se apresentava nos palcos desde cedo em bares e cafés. Já fez parceria com cantores como Bon Jovi, Rolling Stones, Alanis Morissette, James Morrison e Colbie Caillat. Em 2002, Mraz lançou seu álbum Waiting for My Rocket to Come, que alcançaria o #2 do Billboard’s Chart. Com seu primeiro single, “The Remedy (I Won’t Worry)”. Mas foi com a música “I’m Yours”

FERGIE

Stacy Ann Ferguson, mais conhecida como Fergie ficou mundialmente famosa por ser a voz feminina do grupo The Black Eyed Peas, mas sua carreira começou bem cedo. Atuou em um programa infantil e logo depois integrou o conjunto musical de crianças, Wild Orchid. Já trabalhou com as marcas Kipling, Chevrolet, Motorola, Pepsi, Doritos e C&A. Também foi dubladora de desenhos animados, atuou em alguns filme como Poseidon, Planet Terror e o musical Nine. Fez carreira solo e hoje segue firme no grupo americano de hip-hop.

Estrelas da Disney se juntam para incentivar a preservação do meio ambiente

•maio 12, 2010 • 1 Comentário

Por Liana Alves Chiromatzo

Gente, resolvi fazer este post porque hoje fiquei indignada com a falta de educação de algumas pessoas. Eu estava sentada esperando o ônibus e uma senhorinha perto de mim abriu a bolsa e jogou toda a sujeira que tinha dentro no chão(!!!), com um lixo a 2 metros de distância dela, no máááximo! E como se nada tivesse acontecido levantou e foi embora pegar o ônibus. Uma ação simplesmente natural, JURO. Por isso, vou contar um pouco sobre um projeto que a Disney lançou no meio do ano passado. E me deixou muito fascinada!
O Disney Channel, é um canal disponibilizado para muitos países que envolvem a América do Norte, a América Latina, a Europa, Ásia, África e por aí vai! Cada país dessas regiões tem um canal com a cara da sua nacionalidade, apresentadores escolhidos no próprio país, um programa exclusivo para novidades locais e transmissão das séries da Disney. Mas agora todos tem um objetivo em comum: O Projeto Verde, Amigos Transformando O Mundo.

Amigos Transformando o Mundo: Projeto Verde. Todos as estrelas teens do canal Disney Channel

Esse canal infantil, costuma criar estrelas. Realmente, a maioria dos jovens mundialmente famosos, nasceram do canal Disney e são AS sensações teens do momento, foi o que aconteceu com Miley Cyrus, Jonas Brothers, Demi Lovato e Selena Gomez.
Por que então não juntar o útil ao agradável? O Disney Channel incentivou essas estrelas a se reunirem e dar início ao projeto. A intenção é atingir milhões de fãs ao redor do mundo, unidos a favor de uma causa: cuidar do nosso planeta!
Aqui no Brasil a campanha foi iniciada no começo de maio, o site disponibiliza um acesso para cadastro, que é um compromisso que você irá seguir com o planeta. “Comprometa-se” é um acordo que dá dicas de como ajudar a manter o clima, não desperdiçar água, reciclar o lixo, economizar energia e cuidar do meio ambiente.
Para incentivar todas as pessoas que gostam do canal e das estrelas teens, foi lançado dois clipes em prol dessa ação social. O primeiro já passa no canal brasileiro, mas o segundo ainda está por vir.
Como a internet é demais, vou deixar aqui pra vocês conferirem! A primeira vez que assisti fiquei toda arrepiada, é muito lindo.

Send It On, é interpretado por Miley Cyrus, Jonas Brothers, Demi Lovato e Selena Gomez. Arrecadou desde o seu lançamento, em agosto, U$ 500.000 para instituições mundiais de caridade voltadas para o benefício do meio ambiente. E estreou no vigésimo lugar da Billboard Hot 100.

O Make a Wave, é um clipe mais recente, com o casal Demi Lovato e Joe Jonas. O cenário do videoclipe é perfeito e deixa as fãs completamente apaixonadas tanto pelo casal como pelas imagens da natureza. Estreou no final de fevereiro e foi disponibilizada para downloadas nos EUA dia 15 de março.

Os dois clipes passam a mensagem de conservação do meio ambiente e de que com pequenas ações de cada ser humano é possível mudar o mundo. O projeto tem uma iniciativa muito importante para o planeta, que transforma e cria visões positivas de crianças e adolescentes. O Projeto Verde, também envolve ídolos teens nas campanhas e divulgações, não só os cantores, mas todos os atores do canal, pois neles que os jovens se inspiram e idolatram. Se os ídolos defendem o mundo os fãs também irão defendê-lo.

Tomou um pé na bunda?

•maio 11, 2010 • 1 Comentário

Por Cátia Cananéa

Não tem jeito, sentimento é uma coisa complicada, as vezes você ama demais, se dedica demais, se doa demais e… o resultado é um ingrato adeus.

Ficar triste é inevitável, afinal você começa a desconstruir tudo que passou para tentar achar onde errou e… nada. Você não fez nada de errado ou se pecou não foi pelo motivo mais imperdoável do mundo. Ultimamente eu tenho escutado histórias desse tipo. Prima, amiga, visinha, todas com o coração partido…

Se coisa semelhante aconteceu na sua vida, recentemente ou a meses atrás, talvez você concorde comigo que é difícil aceitar o desinteresse da outra pessoa por um namoro, na sua visão, construído com tanto cuidado e dedicação. No final das contas o sentimento é de roubo, tiraram parte de você sem sua permissão.

Mas agora pensa o seguinte: você já sofreu? já chorou? já escutou música deprê? AGORA CHEGA! Ok? não vale a pena cansar a sua beleza com quem não te merece.  Ficar triste um tempão vai te ajudar a mudar a realidade? não né…  É hora de dar a volta por cima.

Se é disso que você precisa, eu tenho uma sugestão: comece escutando algumas músicas que façam você mudar o seu nada doce humor. Você já parou pra pensar como é  incrível o poder que tem essa criação fantástica do ser humano? a música pode fazer você se desligar das coisas ruins. Basta querer.

Por isso eu montei uma lista de músicas bem gays para você baixar e entrar na vibe do FODA-SE O EX! Os malucos da foto aí embaixo disseram e eu concordo plenamente: There’s no need to be unhappy! e quer dizer algo assim: Não tem motivo pra ficar infeliz!

Dá uma olhada nas faixas, com certeza você conhece as primeiras:

1. Gloria Gaynor – I Will Survive;

2. Village People – Macho Man;

3. Weather Girls – It’s Rainning Men;

4. Village People – YMCA;

5. Lily Allen – Not Fair;

6. Ashley Tisdale – It’s Alright, It’s Ok;

7. Lily Allen – Fuck You;

8. Ian Van Dahl – Move On (radio edit);

9. Eamon – Fuck It (remix) e;

10. Black Eyed Peas – I Got A Feeling.

Opa, Opa! na verdade tem mais uma música. É um bonus track que só vai saber quem baixar esse playlist. Mas eu adianto que é uma música calminha, não conheço ninguém que diz não gostar.

Não se convenceu? dá uma escutada nessa faixa e veja o clipe que, apesar de antigo e meio tosquinho, é muito engraçado das Weather Girls (imagina ter uma cama de coração adornada com vários caras sarados em volta! haha)

clique aqui e baixe as músicas pra quem tomou um pé na bunda 

O arquivo está compactado em uma pasta (.zip) , mas é simples extrair o conteúdo. Para  abrir a pasta você precisa primeiro salvar no seu computador e depois com o botão direito do mouse selecionar ‘explorar’ e pronto, as músicas são todas suas. 

E se mesmo assim, você não brigou com o namorado, não tomou um pé na bunda, não tá mal humorada, mas pelo contrário, está animada e quer baixar estas músicas pra ficar cantando no banheiro ou pela casa, divirta-se também!