Vídeo – Especial Dia das Mães

•maio 9, 2010 • 3 Comentários

Ainda não sabe o que vai dar de presente para a sua mãe nesse domingo?

O Musica Mel saiu nos arredores do bairro Higienópolis para perguntar às pessoas: Se você fosse presentear sua mãe com um Cd, qual você escolheria?

Confira as sugestões abaixo:

Apenas para constar, os membros do Música Mel também opinaram nesse vídeo!

Os quatro primeiros entrevistados, por ordem de aparição são: Liana Alves, Paula Arnoso, Cátia Cananéa e Thiago Liberal.

Um bom domingo a todos e um ótimo dia para todas as mães!

Anúncios

Virais – Cantores Famosos … na Internet!

•maio 6, 2010 • 3 Comentários

Por Paula Arnoso

Depois de um Post tão polêmico como o anterior resolvi fazer algo mais Light para uma tarde de quinta-feira!

Para quem não sabe, os VIRAIS são aqueles vídeos famosos na Internet, que alcançam altíssimos números de exibição e se espalham pelo mundo todo mais rápido que vírus. Geralmente são situações cotidianas que se tornam engraçadas, cômicas ou as vezes trágicas!

Quem nunca viu o vídeo, do gênero, mais acessado do YouTube: “Charlie Bit My finger”

Ou o vídeo da entrevista de Maria Alice Vergueiro, a famosa “Tapa Na Pantera” ?

Mas sem dúvidas os Virais que mais pegam na rede são os de “aspirantes” a cantor, ou aqueles que até cantam, mas que produzem um som um tanto quanto criativo, pode-se dizer assim!
Alguns podem, de fato, realmente ter uma boa voz e um talento eminente, outros nota-se serem profissionais, mas simplesmente cairam na graça do povo.

No entanto a maioria veste-se com sua roupa mais ridícula, rouba o microfone do Karaokê, liga a câmera e conquista os seus 15 minutos de fama!

Seja pela criatividade da produção,
Seja pela falta de talento,
Seja pela curiosa voz,
Seja pela paródia mal feita,

O fato é, nada melhor que um bom Viral para animar uma tarde tediosa de domingo!

Pois bem, o MúsicaMel resolveu fazer um vídeo com os melhores VIRAIS de cantores da Internet!

Assista:

As Bandas Mais Piradas do Brasil

•maio 3, 2010 • 27 Comentários

Por Cátia Cananéa

Se você é do tipo que começa a semana desanimado por ter que acordar cedo, assistir aulas entediantes na faculdade, aguentar chefe mal humorado e coisas do tipo, talvez o que você esteja precisando é de uma música divertida, quero dizer, doidona.

Pensando nisso, eu destaquei aqui um playlist com 10 músicas maluconas para você pirar e se animar também. Tem bandas bem conhecidas, outras nem tanto, músicas com sotaque e uns sons bem antigos, olha só!

1. Cachorro Grande
Provavelmente você já deve ter escutado o som
desses gaúchos meio sujos, meio arrumados que fazem um rock n’ roll cheio de energia e bastante honesto. Não fica devendo nada pros gringos e de quebra ainda tem refrões que ficam na cabeça por horas, senão dias: “Se eu achar que eu sou um Lunático, que se dane! Sou eu que tou pagando! Lunático, que se dane! Sou eu que tou pirando!”

Ahh, não deixe de dar uma olhada no Myspace do Cachorro Grande, é um dos mais legais que eu já vi, e olha que eu fuço bastante.

2. Movéis Coloniais de Acaju

A Galeria do Rock fica em São Paulo, mas bem que poderia ter uma em Brasília também. É de lá que saem bandas alopradas como o Móveis. Esses caras misturam uma porrada de instrumentos – uns 10, se não me engano – para fazer um rock / ska viajandão e único. O show do móveis é um espetáculo à parte. Sério, os caras se divertem muito no palco e é quase impossível não se contagiar. No Myspace do Móveis dá pra escutar algumas músicas do álbum novo, mas esse clipe aqui é do antigo.

3.Nação Zumbi

Do estilo às letras, dos batuques ao sotaque, Nação Zumbi é pura locura. A primeira impressão é que os caras viajam absurdamente nas letras, mas se você prestar um pouquinho mais de atenção, vai ver que há muita crítica social e bastante valorização da cultura nordestina. É uma música digna, porém piradona.
Segue uma das músicas mais famosas, gravada com o Chico Science (rip) e também dê uma conferida no Myspace do Nação Zumbi

4. Raul Seixas
Falar de bandas malucas e não falar do Maluco Beleza seria, no mínimo, injusto. Afinal, não é todo mundo que nasceu há dez mil anos atrás. Goste ou não, todo mundo conhece o som dessa figura porque ele foi e ainda é o mais pop dos piradões. Então, toca raul!

5. Carlinhos Brown
Descobri essa música hoje e pensei: mais que loucura, nem só de axé se movimentam os trios elétricos na Bahia. haha
te te te te te te te te te (se cansou de tanto te? dá um play na música MariaCaipirinha que você vai ver que ela é divertida!)

6. Raimundos
Vai dizer que eles não eram pirados? Ahhh eram sim! no começo da carreira eram e muito. Quem é que sai por aí dizendo que reconheceu a Madonna no jardim? Essa música é uma das levinhas, mas vale a pena relembrar. hehe

7. Ultraje a Rigor
Com letras provocativas e autênticas, o Ultraje mandava ver nos shows e a galera curtia. Dá uma olhada em ‘Nós vamos invadir sua praia’.

8. Inocentes
Esta é uma música a lá adolescente revoltadinho, mas que as vezes expressa perfeitamente a minha vontade de dizer: Cala a Boca! Não enche o saco!

9. Cordel do fogo encantado
A última banda dessa lista tem um clipe de animação ao estilo das gravuras de cordel que foi um dos finalistas do Anima Mundi, na categoria web, de 2007. É mais um retrato do tipo de vida do homem sertenejo do que uma piração, mas como é uma música bem original, ela entrou na seleção. A música é ‘Morte e Vida Stanley’

atualizado -> 10. Mamonas Assassinas
Reclamaram que eu não coloquei os Mamonas na lista dos Mais Pirados, justifico: na verdade eu não quis citar novamente uma banda da qual a Paula falou alguns dias atrás nesse post:
Infância de Ouro – anos 90

Mas como a reclamação não deixa de ser justa, afinal, TODO MUNDO lembra da época que cantava e dava risada com esses malucos que causaram enquanto viveram, achei necessário incluir:
Clipe da música Pelados em Santos

Música Mel nos Rankings do WordPress

•maio 2, 2010 • 1 Comentário

Gente, estamos em 7° lugar no ranking dos blogs que mais crescem do WordPress!!

E nosso penúltimo post “TOP 5 – Melhores filmes sobre cantores estrangeiros” entrou em 3° lugar no ranking de melhores posts!!

Valeu Galera!!

Fica a dica para sábado à noite: Orianthi

•maio 1, 2010 • 3 Comentários

Por Liana Alves Chiromatzo

“O filme lançado em 2009 e dirigido por Kenny Ortega retrata os bastidores da turnê This is It do maior astro da música pop, que acabou não estreando, revelando momentos da vida de Michael Jackson pouco antes de sua morte.”
Sim, este foi o trecho que a Paulete escreveu sobre o número 1 dos 5 filmes selecionados para os melhores, sobre cantores gringos. Então aí vai, Micheal Jackson além de ser esse ícone POP, grande rei e influência para a maioria dos artistas que sucederam sua geração, ele é um ótimo “caça talentos”.

Orianthi, guitarrista australiana

Para sua turnê This is It, Michael selecionou uma guitarrista de 25 anos que o deixou encantado. A australiana Orianthi Panagaris, revelou que não sabe ao certo o porquê do astro Pop tê-la escolhido e disse, “Ele teve outros guitarristas como opção, mas quando veio assistir à minha audição, toquei o solo de ‘Beat It’ para ele. Depois disso, ele ficou tão feliz que se levantou, agarrou o meu braço e começou a andar para cima e para baixo no palco comigo. Ele disse, “Você pode tocar outra vez para mim?”. Depois disso contratou-me, naquela noite. Eu gostaria que ele ainda estivesse aqui. Ele fez com que eu acreditasse mais em mim e eu aprendi muito com ele. Quando fui para os ensaios, pensei que iria só fazer solos de guitarra. Mas a maioria das vezes tocava acordes e ritmos funky.” Orianthi, fez uma homenagem tocando e cantando ao vivo no memorial de Michael Jackson.

Apesar da turnê não ter acontecido, em 2009 ela lançou um álbum chamado Belive, que bombou nas paradas australianas, americanas e japonesas. Está claro que a menina tem um dom para tocar guitarra inacreditável. Não só por ter tido o privilégio de ser escolhida por Michael Jackson, mas aos 15 anos teve o apoio de Steve Vai em um de seus concertos, com 18 anos participou de uma Jam com Carlos Santana, mais tarde tocou com Eric Clapton, Prince e uma lista de grandes nomes.

Então, hoje nesse sábado à noite, para esquentar o pré-balada, coloque o som dela, eu super indico. Além de ser muito profissional e dedicada ao trabalho de guitarrista, sua voz e letras de músicas são tudo de bom e dá uma vontade louca de pular e dançar!
Para os que tem paixão por guitarra, preste atenção em seus solos musicais, nessa música já dá pra reparar e não julgue antes de conhecê-la, só porque Orianthi é mulher. Aposto que ela toca melhor que muito homem por aí!

TOP 5 – Melhores Filmes sobre Cantores Estrangeiros

•abril 30, 2010 • 3 Comentários

Por Paula Armoso

O filme lançado em 2009 e dirigido por Kenny Ortega retrata os bastidores da turnê This is It do maior astro da música pop, que acabou não estreando, revelando momentos da vida de Michael Jackson pouco antes de sua morte. Não há como não se emocionar, realmente ele foi e sempre será o melhor no que fazia. Além de mostrar o cantor e dançarino exemplar que o mundo já conhecia, This is It nos mostra com sutileza o lado humano de Michael sua personalidade frágil e seu amor incondicional pelo que fazia. É sem dúvidas uma grande obra protagonizada pelo ícone mundial que desde os cinco anos de idade reúne uma legião de fãs.
Trailer do Filme: http://www.youtube.com/watch?v=ASYLQgaZVI4

Ray foi dirigido por Taylor Hackford e estreou em 2004, trazendo a comovente história de Ray Charles que aos sete anos de idade ficou cego logo após testemunhar a traumática morte acidental de seu irmão mais novo. O filme é uma fantástica história de sofrimento, luta e superação em todos os sentidos. A exemplar atuação de Jamie Foxx faz encher os olhos de lágrimas, pelo menos os meus! rs Do começo ao fim a trama é de arrepiar, tanto nas cenas dramáticas quanto aos musicais. Diante a infância pobre na Geórgia , da precoce deficiência visual ,do preconceito racial imposto ao negro pobre nos Estados Unidos da época e da luta contra a dependência da heroína, surgiu um dos maiores nomes do jazz, gospel e cowntry internacional.
Trailer do Filme: http://www.youtube.com/watch?v=w8lAgwrxndk

A obra de título original Walk the Line lançada em 2005 e dirigida por James Mangold trás a biografia do cantor Johnny Cash interpretado por Joaquin Phoenix.A história do grande astro do rock é repleta de autos e baixos. Uma infância tumultuada, uma forte personalidade e uma vida repleta de faltas e excessos na qual encontra o amor de sua vida June Carter, a qual proporcionou o Oscar de melhor atriz a Reese Whiterspoon. A vida do astro foi muito bem retratada, a atuação de Mangold e Whiterspoon é excepcional, particularmente o que mais me encantou foram as incríveis interpretações das músicas. Um filme fascinante!
Trailer do Filme: http://www.youtube.com/watch?v=GsvZGwd8vrI

Em Elvis – O início de uma lenda Jonathan Rhys Meyers faz o papel do ídolo Elvis Presley. Sob direção de James Steven Sadwith, o filme de 2005 baseia-se nos primeiros anos da vida do cantor, mostrando a elétrica e tumultuada história do humilde começo até a sua meteórica ascensão à fama. Uma viagem que exibe os extremos detalhes pessoais que o tornaram uma estrela, seu reinado e a sua devastadora decadência devido às drogas e aos abusivos excessos da fama. Na trilha sonora, gravações reais de alguns dos maiores hits de Elvis. Vale a pena conferir!
Trailer do Filme: http://www.youtube.com/watch?v=DMw5o04SXhw

The Doors – O Mito de um Geração é um filme de 1991 que retrata a biografia do roqueiro Jim Morrison e os The Doors. Foi realizado por Oliver Stone, e teve no papel de Morrison o ator Val Kilmer cuja semelhança com o astro do rock é inegavel. A banda, uma das mais influentes dos anos 60, mostra sua passagem pelo conturbado mundo do rock’n roll, onde as drogas e o sexo reinavam. ” Há coisas conhecidas, Há coisas desconhecidas, e no meio disso há The doors”, Jim Morrison.
Trailer do Filme:</strong http://www.youtube.com/watch?v=Axn4-jxdOx0

Vinnies e Vanillas

•abril 28, 2010 • Deixe um comentário

Por Thiago Liberal

Após ter lido o último post da Paula sobre a infância de ouro nos anos 90, fiquei refletindo e relembrando essa época. Logo lembrei de um cara que não estava presente no vídeo, mas que foi um dos ícones da minha infância, e com certeza o terror dos meus pais: Vinny (sim, o “Vinny Mexe a Cadeira”)

Apesar de não escutar mais, ainda guardo com certo carinho o cd que comprei dele, numa mistura de vergonha e nostalgia dos tempos de criança. Porém, há um tempo atrás, fiquei curioso para saber que fim tinha dado esse cara, e descobri que ele tinha partido (ou voltado) para uma linha musical “mais séria”, que o mesmo classifica como folk rock. (Leia mais aqui).

Essa atitude não é novidade entre cantores que se consagraram com músicas de conteúdo apelativo e comercial. Nos EUA, o cantor Robert Matthew Van Winkle, mais conhecido como Vanilla Ice, estourou com o hit “Ice Ice Baby”, uma espécie de “Mexe a cadeira” americana, com direito a um videoclipe mais ‘engraçado’ – ou ridículo – que a música.

Anos mais tarde, Van Winkle deixaria Vanilla Ice no passado para se dedicar a outro estilo: o rock. Seu primeiro trabalho no ramo foi um fiasco, e, apesar de eu nunca ter escutado, o nome do álbum é tão sugestivo que fica difícil de dar crédito: “Hard to Swallow” (Difícil de Engolir).

Oportunidade x Arrependimento

Vinny e Van Winkle começaram fazendo o que gostavam – o primeiro compunha acústicos, o segundo era B-boy – chamaram a atenção por algumas peculiaridades, fecharam contratos e, depois do sucesso, tentam retomar os seus rumos.

Ambos admitem terem fugido de suas ‘raízes’ para explorarem todo seu potencial comercial, pressionados pelas suas respectivas gravadoras. Muito novo na época em que assinou seu contrato (16 anos) Van Winkle diz que sua gravadora o pagava para adotar o estilo curioso de ‘Vanilla Ice’, que o projetou internacionalmente como uma caricatura do hip hop. Vinny, se não ficou internacionalmente famoso, hoje é lembrado como motivo de gozação – ainda que muitos dos que tiram sarro ouviam na época.

Abaixo, clipe de “Heloísa mexe a cadeira”

No entanto, o cantor brasileiro parece ter aceitado melhor as críticas e disse à época do lançamento de seu disco “A Máquina do Dia” que não estava à procura de aceitação, e sim de fazer um trabalho artístico. (Nota: Porém, curiosamente, dois anos depois o cantor lançou versões acústicas de seus sucessos, com títulos como “Shake Boom” inclusos). Enquanto Vinny levou numa boa, Van Winkle se afundou nas drogas pesadas (cocaína e heroína) e tentou suicídio.

É quando eu leio sobre casos assim que fico pensando sobre esses sucessos instantâneos: quantos cantores, cantoras, bandas e rappers, nacionais e internacionais, são um mero produto no cenário musical atual? Difícil de dizer e mais difícil ainda julgar. Afinal, vale ou não vale a pena se adaptar ao mercado para se promover?

Taxados

Um dos ricos desse tipo de sucesso é a taxação do artista. Mesmo que  este não seja de todo sem talento, cria-se uma expectativa negativa a  cada CD, e mesmo sua mudança de visual ou atitudes são vistas de  uma maneira sarrista e/ou preconceituosa.

Como exemplo mais recente posso citar o Felipe Dylon. O rapaz  estourou no auge dos seus 15, 16 anos, com sua carinha de bebê e hits  que por muito tempo encantaram uns, e atormentaram tantos outros.  Recentemente, a divulgação de fotos de Felipe gordo, barbudo e com  dreads no cabelo causou alvoroço na internet e culminou com a  criação do site “Porra, Felipe”, que comenta as fotos atuais do cantor.

Esses vários Vinnies e Vanillas que temos por aí acabam sendo  vítimas de seu próprio sucesso. Frustram-se por terem ficado em evidência com suas máscaras comerciais, enquanto sofrem para emplacar um hit mais sério, seja por falta de credibilidade ou de talento mesmo. E ainda que passem a buscar suas carreiras longe dos holofotes, fazendo o que gostam, serão sempre lembrados pela fase que procuram se distanciar.

*Atualização: No vídeo abaixo, Vanilla Ice pede desculpas por tudo: pelas, besteiras, escândalos…e pela sua música.

Opine

E atualmente, quais artistas vocês acham que tem potencial para serem futuros Vinnies e Vanillas? Deem sua opinião!

Atualização: Logo depois que postei, encontrei um vídeo em que